A linda Leila Diniz

Eu invejo Leila Diniz, mas é uma inveja saudável, eu gostaria de fazer tudo o que ela fez. Uma pena que tenha morrido tão jovem, mas o que fez mudou paradigmas e quebrou tabus de maneira que poucas pessoas neste país fizeram. Um escândalo lindo aparecer grávida e de biquíni na praia. Imagina o furor da mídia e da sociedade, afinal, mulher tinha que se manter escondida em casa para não mostrar o ~pecado~.

Esta mulher especial mostrou ao país que quando uma mulher sai do lugar comum, aquele que a sociedade insiste em querer colocá-la, é capaz de ser muito feliz e de se libertar destas correntes horríveis e muitas vezes ridículas a que somos impostas. O que Leila mostrou é que nós podemos fazer o que bem entendermos, sem nos prejudicar ou prejudicar ao outro! E ainda assim ter filhos, ou não se não quiser. Pode viajar e dizer palavrões numa entrevista para chocar todo mundo.

Quando alguém diz que uma mulher não pode fazer um monte de coisas, sinto meu estômago embrulhar e uma vontade imensa de socar o cretino. “Mulher tem que se dar ao respeito, mulher não pode falar palavrão, não pode beber cerveja…” PORRA, amigo, que chatice! Vai cagar regra na sua própria vida e não na minha!

Por isso que eu invejo e admiro Leila Diniz. Ela precisou nascer e crescer naquela época para abrir o espaço que hoje nós temos, mas que precisa aumentar. Se ela fizesse o que fez na nossa realidade, ninguém repararia. Mas naqueles anos repressivos e pesados, Leila foi o pilar de um movimento que não pode parar.

VIVA LEILA DINIZ!

Sei que me arrisco a solidão, se é isso que me perguntam. Mas, eu sei viver assim!

Leila Diniz

Anúncios