Mulher não precisa de homem para viver

É eu soltar essa frase em algum lugar que surge um homi para reclamar e chorar as pitangas, despejando male tears e cegueira privilegiada para cima de mim. Ele começa com o papo que essas feminazi misândrica opressora quer exterminar o sexo masculino, criando campos de concentração, onde uzomi andarão com uniforme de presídio, magricelas, com estrelas nas roupas, seguindo para a castração na base da marretada, onde as mulheres dançarão em volta das fogueiras feitas com seus sacos. Continuar lendo

Por que as feministas não lutam pelo alistamento militar obrigatório?

Dentre as bobagens que muitos homens falam, esta é a que mais me irrita. Porque quem fala isso não está fazendo uma crítica consciente ao feminismo ou à luta – e sim, críticas construtivas e conscientes sempre são bem vindas. Está apenas causando polêmica para irritar as feministas, que já andam irritadas de tanto ter que repetir o óbvio. Já disse isso antes, ser feminista é trabalho de Sísifo. O pobre Sísifo passava o dia inteiro empurrando uma imensa pedra até o topo do morro. À noite, enquanto dormia, a pedra rolava para baixo. Taí o feminismo atualmente, a gente explicando mil coisas, a pedra do machismo rolando morro abaixo. Continuar lendo

Sociedade genitalizada

Tenho visto muita coisa estranha dentro do feminismo ultimamente. A coisa mais estranha é o fenômeno TERF. TERF significa Trans-Exclusive Radical Feminist. Ela se dizem feministas, consideram qualquer ser humano dotado de um pênis um potencial estuprador e, portanto, mulheres trans* são chamadas por elas de XY, e que, portanto, a identidade de gênero da pessoa estaria ligada ESSENCIALMENTE ao seu órgão genital e sexual. Continuar lendo

O feminismo me salvou

É verdade. Acredito sim que o feminismo tenha me salvado. Ele me tirou do poço do obscurantismo de uma sociedade que eu sou inferior só por ter vagina e útero. Essa sociedade também é tão estranha que mulheres que não possuem vagina e útero também são escorraçadas do ~padrão social~. Eu sobrevivi por muitos anos à margem, achando que meu estupro tinha sido culpa minha ou que os abusos que sofri aos 8 e 9 anos também tinham sido culpa minha. Ninguém merece conviver com uma culpa por anos, pois ela corrói. Ela nos mata aos poucos. Por isso, eu digo, o feminismo me salvou.   Continuar lendo

Não use ESTUPRO como sinônimo para algo legal

O título é estranho, mas não sabia como colocar minha indignação para abrir este post. Eu já venho reparado que muita gente, mas muita gente tem uma visão distorcida do que é estupro e faz brincadeira com o termo, com quem tenta combater o estupro e que tem gente que também utiliza a palavra como sinônimo para algo intenso, amplo, bacana. Parece estranho, não é mesmo? Mas já vi muita gente usar a palavra ESTUPRO como algo positivo (do ponto de vista delas) e isso me deixou extremamente incomodada. Continuar lendo

Marilyn Monroe, uma diva

Eu sempre achei Marilyn Monroe um exemplo ótimo de mulher. Assim como Cleópatra, criou-se uma aura ao seu redor de sedução fatal e pouca coisa se fala delas além disso. Mas Plutarco dizia que se Cleópatra entrasse em um ambiente, ninguém notaria sua beleza, pois ela não era visível, estampada em seu rosto. Sua beleza e sua força vinham de seu intelecto, de sua excelente capacidade de administrar um reino, por ser poliglota e a única da casa de Ptolomeu que se interessou em aprender os dialetos egípcios. Continuar lendo