Estado Islâmico é cria dos Estados Unidos

Vi essa interessante entrevista de Noam Chomsky no mesmo momento em que passava a reportagem sobre a destruição de obras da civilização assíria no Iraque. O Estado Islâmico é algo tão brutal, tão misógino, tão cruel, que me intriga como esse tipo de gente pode existir. É então que Chomsky nos explica o que está acontecendo e como a coisa chegou a esse ponto. Não traduzi a entrevista inteira, pois ela trata também de Israel e Iêmen, mas você pode ler aqui.
Continuar lendo

Anúncios

Por que mandar fotos de pau não autorizadas não é uma coisa legal?

E o chorume continua se espalhando pela internet. O causo do professor que adora tirar selfie de piroca pra mandar por aí pras mulheres pela internet continua rendendo. E tirando o fato que traumatizou muita mulher, estou gostando de ver máscaras e mais máscaras caindo de gente que tá tentando tapar o sol com a peneira para defender o amigo. Especialmente máscaras de feministas, o que é mais chocante ainda.  Continuar lendo

Feminista… até a página 2

Esta semana explodiu um saco de chorume na internet. Um conhecido professor de esquerda, que se dizia feminista, que apoiava os direitos humanos, tida como muitos por um intelectual, uma fonte de sabedoria, a última Coca-Cola do deserto foi acusado por diversas mulheres de assédio e abuso pela internet. O professor, chamado Idelber Avelar, é o tipo de cara que manda foto de pau e diz que adora provocar “corno”. Além disso, só gosta de fazer sacanagem com mulheres casadas.  Continuar lendo

Detida por estar na rua

Os imbecis da internet adoram dizer que racismo, misoginia, homofobia, nada disso existe, porque na verdade é esse povo que está se vitimando. E claro, quem normalmente solta essas merdas não é nem negro, nem mulher, nem gay, é em geral o homem branco cis hetero, muito bem colocado no jogo da vida, que acha que pode cagar pela boca na hora de falar o que as outras pessoas sofrem na pele.  Continuar lendo

Homem, você sabe o que é consentimento?

É fácil perceber que muito homem por aí não sabe o que é consentimento. Ele acha que pode pegar fotos íntimas que tirou com a namorada e jogar na internet depois que o namoro acaba para desmoralizar a mina. E sabe que ele é quem vai ser o bonzão e não o cuzão babaca que expôs uma moça ao escárnio público. Na visão dele, o corpo, a vida e as fotos são propriedades suas e, portanto, ele faz o que quiser com aquele material. Continuar lendo