Por que How To Get Away With Murder é um marco para a televisão?

Só comecei a assistir essa série por causa da Viola Davis, minha cura hetero. Sempre a admirei, tanto como atriz como pessoa e ao ver que ela seria a protagonista desta série, que não costuma fazer muito meu estilo, resolvi arriscar e assistir. Quem não assiste e procura uma trama inteligente para ver, com diversidade e representatividade, por favor, não perca nenhum episódio desta série que é maravilhosa. Continuar lendo

Anúncios

Pra que escrever uma cena de estupro?

Game of Thrones é uma série que nunca consegui assistir, apesar de ser bem fã dos livros. Adoro os livros, li todos, tenho os livros físicos mesmo, tijolões, na estante. Mas a série, por suas diversas modificações com relação aos livros me desagradou imensamente. E me desagradou ainda mais quando os putos dos roteiristas ou o caralho que for que comandam aquela merda, resolveram mudar cenas de sexo consensual nos livros para cenas de estupro em seus episódios. Pronto, foi a gota que faltava.  Continuar lendo

Mulheres que inspiraram personagens de Game of Thrones

Eu não acompanho a série Game of Thrones por não gostar das diversas modificações que elas fizeram com relação aos livros, como a cena de estupro que Cersei sofreu por seu irmão Jaime. No livro, essa cena não existe, pois o sexo foi consensual. Ao adicionar excessivas cenas de estupro – como a noite de núpcias de Drogo e Daenerys, que também foi consensual – isso para mim tirou todo e qualquer encanto da série televisiva. O livro contém passagens violentas e faz sim várias menções a estupro, mas criar cenas desnecessárias apenas para prender a audiência é, para mim, muita desonestidade. Continuar lendo